Inteligência artificial e Marketing por Dados: entenda os novos desafios do marketing digital

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Desafios do marketing digital

“O mundo virou de cabeça para baixo.” Certamente, você ouviu essa frase pelo menos cinco vezes no último ano.

A era digital foi intensificada de tal maneira que se tornou a única saída para a sobrevivência de muitos negócios no mundo. Foi aí também que muitas empresas perceberam a necessidade de superar os desafios do marketing digital.

Mas apesar de estarmos passando por momentos de incertezas, as projeções para o futuro são animadoras. É um caminho sem volta e não vai adiantar ficar aí parado.

As novas tecnologias evidenciam a experiência do usuário através da inteligência artificial, revelando um novo perfil de consumidor. Aliado a isso, a ampliação da concorrência faz com que as empresas necessitem de dados confiáveis para embasar as suas decisões.

Então, vamos conversar um pouco sobre marketing digital e inteligência artificial e descobrir se estamos prontos para o futuro?

Boa leitura!

Quais os principais desafios do marketing digital no futuro?

O volume de informações geradas hoje em dia nos dá condições de executar tarefas que antes não eram possíveis.

Apesar disso, poucas empresas no Brasil têm o marketing digital e, sobretudo, o Marketing por Dados em suas estratégias. Esse cenário nos apresenta algo que merece atenção: não estamos nos preparando para o futuro. E um futuro que já começou, vale lembrar.

Durante a pandemia, saíram na frente as empresas que geraram dados, transformaram isso em informações consistentes e úteis para alavancar seus negócios, mesmo em momento de crise. Quer um exemplo? A Amazon.

A empresa de Jeff Bezos cresceu 44% na receita do último trimestre de 2020 e terminou o ano com faturamento recorde de 386,1 bilhões de dólares. Qual o segredo? Dados bem estruturados e, principalmente, a estratégia perfeita sobre o que fazer com eles.

Sim, tem a tecnologia. Mas ela não é nada sem uma estratégia bem-feita e orquestrada. Tudo funciona como uma engrenagem: a informação gera conhecimento que gera poder.

E quem está preparado para enfrentar esse futuro? Você? A sua equipe? veja a seguir uma breve análise do que pode ser o futuro do marketing digital.

Confira as 5 tendências do marketing digital

1. Criação de área própria de marketing digital

Nos próximos anos, a criação de áreas próprias de marketing digital estará em alta. As empresas assumem o controle, sem precisar terceirizar esse serviço, ficando mais independentes e com menos custos.

2. Aumentar a retenção de clientes

A alta competitividade do mercado pode tornar as coisas mais difíceis para as empresas, que terão dificuldade em reter clientes. O bombardeio de informação e oportunidades levam as pessoas a fazerem escolhas por um outro produto sob diversos aspectos.

Se antes ela respondia de forma passiva a algum estímulo, agora ela quer elementos que justifiquem a compra de um produto (desde as formas de produção até o comportamento da empresa no mercado).

E isso impacta diretamente nas equipes de marketing digital que deverão ser capazes de gerar dados e informações suficientes para reter o seu público-alvo. É importante que existam métricas eficazes para demonstrar resultados reais.

3. Transformar a cultura das empresas

A conta é muito simples. Em breve, o sucesso das empresas não vai depender dos anos de experiência do gestor. Vai valer a combinação da experiência de vida e a capacidade de análise de dados dele e da empresa.

Esse comportamento analítico será o diferencial na corrida pela preferência do consumidor e ganho de novos mercados.

4. Capacitação para o Marketing por Dados

De nada vai adiantar ter acesso aos dados, se você não tem capacidade ou conhecimento suficientes para saber o que fazer com eles.

Aqui merece destaque o novo perfil do profissional de marketing e tecnologia que caminha para o hibridismo, um diferencial competitivo que está em alta. O que isso quer dizer? Seja um especialista que detém conhecimentos sobre outras áreas e não estejam ligados somente à sua atuação. Trocando em miúdos, seja um profissional multipotencial, capaz de aumentar a possibilidade de propor soluções dos problemas mais complexos.

5. Conhecer o consumidor do futuro

Daqui a algum tempo, pode ser possível que as empresas saibam o que o consumidor pensa, antes mesmo dele concluir qualquer pensamento. É esse o poder do uso da inteligência artificial e da interpretação de dados para uma estratégia de marketing digital. Com elas, será (ou já é) possível identificar comportamentos, traçar perfis e prever tendências para direcionar as estratégias de marketing digital, alcançando resultados efetivos. Lembra do exemplo da Amazon?

Até aqui, está claro que não tem como fugir do uso da inteligência artificial e de dados para vencer os desafios do marketing digital?

Leia também: Como usar a inteligência artificial no marketing e melhorar a experiência do usuário?

O desafio da inteligência artificial no marketing: como incorporar?

Hoje, a inteligência artificial (IA) está presente em quase tudo e sem que a gente perceba. Você sabe o que tem por trás da tecnologia do celular ou do painel de controle de um carro?

É essa inteligência que nos dá a capacidade de executar, em segundos, coisas que levariam horas ou dias para serem realizadas. Essa simulação da mente humana nos ajuda a tomar decisões e resolver problemas complexos de maneira muito rápida.

No marketing, existem diversas IAs operando para fornecer os melhores resultados. A inteligência é gerada por meio da “observação” do comportamento de compras do consumidor, através da mídia programática (que processa muitos dados para entregar mais conversões).

É possível que algumas empresas já tenham percebido a urgência do uso da inteligência artificial em suas estratégias. As técnicas de automação, bots, aprendizado de máquina são bastante sedutoras e estão mais acessíveis hoje em dia.

A importância do Marketing por Dados para o marketing digital

A tecnologia vem provando que tudo pode se adaptar para uma forma melhorada do que já foi. E isso também está relacionado aos desafios do marketing digital, já que percebemos a enorme evolução desde as primeiras propagandas e as formas de conduzir as estratégias de negócios.

O Marketing por Dados vem para dar mais eficiência ao marketing digital, reconhecendo seus consumidores ideais, monitorando o comportamento dos usuários. A ideia aqui é gerar resultados consistentes, com maior eficácia e rentabilidade.

Apesar das individualidades, nossas ações são bastante previsíveis, criando o que chamamos de padrões de comportamento. O Marketing por Dados reconhece esses padrões para entregar informações mais valiosas para quem já demonstra algum interesse por elas.

Como incorporar a cultura de dados em uma equipe de marketing

A cultura de dados — como qualquer outra pouco difundida nas organizações — vive cercada de achismos. Adaptar-se a ela é, na maioria das vezes, mudar completamente o mindset da empresa e dos seus dirigentes, alterando a forma de lidar com as informações que afetam as tomadas de decisões.

A cultura organizacional baseada no estilo top-Down (quando diretores e donos compram a ideia) torna mais fácil a implementação da cultura por dados.

Isso não quer dizer que seja impossível trabalhar com dados partindo do tático ou do operacional, significa que fica mais difícil. E é bastante comum partir dos analistas a visão de que a empresa precisa passar a se orientar por dados.

Uma boa saída para convencer o alto escalão é apresentar dados bem estruturados e claros o suficiente para convencer ou influenciar nas tomadas de decisões. Uma visão de crescimento embasada em dados seguros e úteis (sem achismos) aumenta seu poder de convencimento. Isso vale para solucionar problemas simples ou complexos.

A importância dos dados para agências, profissionais de marketing e empresas

Profissionais de marketing, agências e empresas de todos os segmentos devem considerar a utilização de ferramentas que possibilitem o trabalho com dados no dia a dia.

A análise de dados passa por um processo de maturidade com diferentes níveis de dificuldade que geram valor para as empresas. Apesar de uma coisa não depender da outra, os altos níveis podem tornar a geração de valor mais complexa.

Se baseie nos 3 pilares do Marketing por Dados e os encare como um processo que gera informação (tecnologia), a análise correta de dados (analytics) e a interpretação dessas informações que vão resultar em uma tomada de decisão mais assertiva (business).

Comece por aí. E crie planos de marketing de dados.

Conclusão

Diante de tudo que estamos vivendo, é possível perceber que existe um certo entusiasmo por novos desafios por parte de algumas organizações. E superar os desafios do marketing digital não é algo que vai se esgotar, pelo contrário. É provável que nos próximos meses ou anos surjam novas tecnologias, e devemos nos adaptar a elas.

Quer um conselho? Nunca pare. O marketing digital está entre as profissões do futuro, a tecnologia e inteligência artificial avançam dia após dia e o Marketing por Dados veio para ocupar o lugar do achismo.

Esperamos que este post faça sentido para você. Explore o nosso blog e confira outros temas relacionados ao marketing digital e Marketing por Dados.

Uma estratégia de Marketing por Dados bem elaborada pode melhorar consideravelmente seus resultados e mudar os rumos do seu negócio. Leia também: Por que você precisa de uma nova estratégia de Marketing por Dados?

Até a próxima.

Sobre o autor