Site icon Marketing por Dados

Google Analytics: o que é, como instalar e o que medir no seu site?

Google Analytics

O Google Analytics é uma ferramenta poderosa, utilizada por muitos profissionais de Marketing Digital. Ele oferece uma série de informações que necessitam de boa interpretação, caso contrário, seus dados não serão relevantes. É preciso entender a história por trás das métricas e não apenas replicar os números.

A ferramenta direciona as principais iniciativas digitais da empresa, ajudando a conquistar consistentes resultados por meio da análise de dados. Essa análise é importante para a otimização das estratégias de crescimento do seu negócio.

Se você ainda não utiliza o Analytics, está perdendo a oportunidade de entender melhor o seu site e tomar decisões inteligentes com base em dados, por exemplo. Existem métricas que ajudam a entender como atrair o seu público-alvo e aumentar o seu índice de conversão.

Se você ainda tem dificuldades em usar a ferramenta, não se preocupe: vamos explicar tudo neste guia completo sobre Google Analytics. Confira!

Google Analytics: entenda o que é e para que ele serve?

O Google Analytics é uma ferramenta gratuita que ajuda a compreender o comportamento do usuário dentro do seu site, desde a origem do tráfego até a conversão.

Ele apresenta dados precisos, como: de onde estão vindo os seus visitantes, quais páginas eles acessaram, quanto tempo permaneceram no site, qual dispositivo utilizaram entre outras. Além de reunir e mostrar dados relevantes, o Analytics os apresenta em formato de relatórios bem completos.

Os relatórios apontam comparativos interessantes para qualquer estratégia de Marketing Digital. Com isso, você economiza o tempo que gastaria montando tabelas para monitorar o comportamento do seu usuário.

Já deu para perceber que o Google Analytics é uma solução que permite avaliar o desempenho do seu site, correto? Com ele, você consegue tomar decisões mais inteligentes, aprimorando a presença digital da sua marca e alcançando resultados satisfatórios no meio digital.

Não precisa ser um especialista para aplicar o Analytics, os dados são apresentados de forma didática e compreensível. Atualmente, ela é uma das 

ferramentas do Google mais utilizadas no mundo, por apresentar inúmeros benefícios e bons resultados.

Além disso, você pode personalizar os dados para atender as demandas do planejamento de marketing digital da sua empresa. Basta definir quais são as métricas mais relevantes a serem adotadas.

Por que o Google Analytics é importante para a estratégia de marketing digital?

Ter métricas definidas e acompanhá-las de perto é um dos pontos mais cruciais na execução de qualquer estratégia de marketing digital. Por isso, é importante utilizar uma ferramenta que possa auxiliar você nesse processo.

Com o monitoramento de marketing digital, você garante que o seu público-alvo seja realmente atingido. Por exemplo, ao criar uma campanha e divulgá-la por e-mail, Google Ads e redes sociais, o Analytics mostra de qual plataforma a visita se originou. Interessante, não é?

Desse modo, você pode analisar as informações para investir na mídia que gerou mais tráfego. Além de entender melhor como os usuários, que vieram de diferentes canais, se comportaram no seu site.

O Google Analytics pode ajudar você a melhorar sua performance, aumentar o número de vendas, otimizar o tempo da equipe e alcançar bons resultados na sua rotina de trabalho.

Em uma estratégia digital, é importante que você saiba em quais páginas do site os usuários permanecem por mais tempo, os artigos mais lidos do blog e de qual dispositivo esses acessos são feitos. Além disso, identificar os canais que trazem mais tráfego e as mídias que divulgam seus materiais da melhor forma também são dados relevantes.

É claro que tudo depende do seu objetivo. Porém, com todos esses dados à mão, é possível otimizar as estratégias e escolher o melhor caminho para seguir.

Por exemplo, o seu blog tem diferentes tipos de artigos. Ao identificar quais os mais lidos, você identifica também o estilo e tema preferidos do público. Esse é um importante indicador para que as próximas produções tenham as características que mais agradam o seu público e atraem visitantes. Certo?

É assim que acontece com outras métricas também. As decisões são tomadas a partir de uma análise efetiva dos dados. Sabe o que tudo isso significa? Muitos benefícios e grande vantagem competitiva.

Google Analytics e Marketing por Dados: saindo do achismo

Não tem como negar, marketing sem dados é achismo! Um bom plano de Marketing Digital precisa ser embasado em informações úteis.

A análise de dados permite que a sua empresa ganhe agilidade e eficiência na tomada de decisão, evita investimentos ruins, reduz os custos e aumenta as chances de alcançar possíveis clientes.

Se antes as decisões e as estratégias eram baseadas em intuição e opiniões pouco fundamentadas, agora o “achismo” não tem vez. Os dados são informações exatas sobre um cenário no meio digital.

Tudo o que você precisa é de uma ferramenta capaz de extrair os dados corretamente, um profissional capacitado para interpretá-los, com base em um objetivo pré-definido. Com os dados, você consegue executar ações mais assertivas e analisar o comportamento dos usuários de maneira exata.

Isso não é novidade para quem trabalha com marketing há algum tempo. Porém, com o avanço da tecnologia e a transformação digital, esse trabalho ficou mais acessível em custo, pessoal qualificado e ferramentas disponíveis.

Até pouco tempo, seria necessário um alto investimento em pesquisas de mercado que não garantiam dados relevantes. Atualmente, eles podem ser acessados por meio de ferramentas como o Google Analytics que, além de oferecer precisão, disponibiliza uma versão gratuita completa.

Não saber a origem do seu lucro ou qual retorno daquele investimento gerou é, definitivamente, coisa do passado! Veja que é possível monitorar seus investimentos a partir dos dados de comportamentos dos usuários.

Portanto, você consegue aprimorar suas estratégias de forma efetiva, visando os melhores resultados para a sua empresa.

Otimizar a estratégia para e tomar decisões baseadas em dados

Nós sabemos que é importante conhecer as métricas do Google Analytics e fazer análises a partir disso. Mas, você sabe como aplicá-las em suas estratégias?

A ferramenta disponibiliza os relatórios, entretanto a responsabilidade de tomar decisões inteligentes é sua!

Com todas as funcionalidades avançadas do Analytics, praticamente não existe o que não possa ser mensurado. Além de um sistema que monitora o comportamento de usuários digitais, a plataforma funciona como um excelente auxílio nas decisões gerenciais.

Com um objetivo definido, você consegue traçar um caminho que lhe permite ter insights e identificar soluções para aperfeiçoar o seu site, por exemplo.

Uma ótima forma de otimizar sua estratégia é mensurar o resultado exato das campanhas e determinar qual foi o retorno através do ROI (Return of Investment). Toda campanha de marketing digital precisa de monitoramento para mensurar os resultados e avaliar sua eficiência.

O mais importante é saber que o Google Analytics não faz milagre, mas oferece um conjunto de informações que ajuda a tirar conclusões valiosas para a tomada de decisão. Ele aponta o problema e você constrói a solução.

Usando o Google Analytics de forma inteligente

Como instalar a ferramenta e criar a sua conta

O Google Analytics coleta dados do site por meio de um código javascript gerado exclusivamente para o usuário — garantindo a segurança dos seus dados. Então, o primeiro passo é copiar esse código e inserir no corpo do site.

Se você usa o WordPress, utilize um plugin (como o MonsterInsights ou Google Analyticator) e informe o seu ID ou o Código de Acompanhamento (UA) na configuração.

Em seguida, crie sua conta pelo site do Analytics utilizando uma conta Google. Siga as orientações recomendadas e tanto o código javascript como o ID, estarão disponíveis no fim do processo. Tranquilo?

Como organizar as contas e propriedades

Existe uma organização dentro da ferramenta dividida em: conta, propriedade e visitas de propriedade. Antes de começar qualquer análise, você precisa organizar o Analytics e manter as boas práticas para garantir que os dados cheguem corretamente.

Por exemplo, nós desejamos monitorar o domínio no nosso site: https://www.buscarid.com/

A organização ideal ficaria dessa forma:

CONTAS

Conta Profissional

PROPRIEDADES

buscarid.com

VISITAS

Todos os dados do website

Como gerar relatórios

Primeiro, escolha as métricas e dimensões relevantes para analisar o tráfego do site e de que maneira essas informações serão exibidas. Acompanhe o passo a passo:

  1. Faça login;
  2. Clique na opção “Relatórios”;
  3. Clique em “Personalização > Relatórios personalizados”;
  4. Selecione a opção “+ Novo relatório personalizado”;
  5. Defina um título para o relatório;
  6. Defina o tipo do relatório (Explorador, Cobertura regional, Tabela fixa ou Funil);
  7. Selecione as métricas e dimensões que deseja utilizar;
  8. Para limitar o relatório a algumas dimensões específicas, clique em “+ Adicionar filtro”;
  9. Para selecionar o local onde o relatório será mostrado, clique no menu suspenso e selecione as vistas específicas;
  10. Clique em “Salvar”, e está pronto.

O Google Analytics também dispõe de um suporte bastante eficaz e que traz dicas para quem deseja fazer backup dos relatórios ou compartilhá-los de maneira personalizada.

Quais as principais métricas?

Como já citamos, você consegue obter muitos dados com o Analytics, mas precisa focar nos que são relevantes para o seu objetivo. Você pode começar com algumas métricas principais que, certamente, farão diferença nas suas estratégias.

Você pode acessar todas as métricas e filtrá-las de diferentes maneiras, no painel de controle à esquerda da página principal. Conheça algumas delas:

Como os usuários chegam

É importante saber como os usuários chegam ao seu site, principalmente se você faz anúncios no Google. Com essa métrica, é possível avaliar a eficácia das suas campanhas pagas e orgânicas, do tráfego direto, e-mail e redes sociais.

Páginas mais visitadas

Entender a preferência do seu público é uma ótima maneira de melhorar os conteúdos, não é mesmo? Conhecer as páginas mais visitadas do seu site, com dados de quantas visualizações elas tiveram, ajudam a criar estratégias que alcancem efetivamente seus potenciais clientes.

Taxa de Rejeição (Bounce Rate)

Essa métrica mostra a porcentagem de pessoas que acessam apenas uma página do seu site e não continuam navegando. A taxa de rejeição costuma ser alta se olharmos de forma geral. Mas, o ideal é analisar a taxa das páginas mais importantes e suas fontes de tráfego.

Google Analytics dentro do contexto do negócio

Para que o Google Analytics seja realmente efetivo para o seu negócio, você precisa definir qual solução está buscando. Por isso, utilize a ferramenta como um meio desse processo.

Isso significa que não vai ser a primeira etapa da sua estratégia (antes você precisa definir as metas) e nem a última (depois de verificar e analisar os dados, você precisa decidir).

Então, antes de sair abrindo o Analytics e testando todos os relatórios que ele tem: crie perguntas. Isso mesmo! Por exemplo, quantas pessoas acessaram o site pelo Google Ads? Em seguida, acesse a ferramenta para verificar a resposta à sua pergunta.

A sua decisão precisa ser baseada nisso, criando ações efetivas com as respostas apresentadas e potencializando sua estratégia. Por exemplo, se você tem dados sobre o produto mais vendido, sua decisão pode ser aumentar o estoque ou investir em mais divulgação.

Não faz sentido olhar todas as métricas sem um objetivo definido. Seja responsável pelas métricas que você acompanha, e se preocupe em alcançar as metas de acordo com o objetivo da empresa.

Veja este outro exemplo: a meta é que a empresa cresça 10% ao ano. Para isso acontecer é preciso crescer quase 1% ao mês. O que você precisa fazer? Gerar mais leads.

Logo, sua primeira meta é gerar leads. Depois tornar esse lead qualificado e, assim, criar a oportunidade para vendas. Pronto, você tem uma meta definida e vai correr atrás para atingi-la.

Foque em dados estratégicos e não perca tempo com tantos números que, no final das contas, não terão nenhuma relevância.

Conclusão

Esperamos que esse guia tenha ajudado você a entender melhor os recursos do Google Analytics. Ele é um grande impulsionador para aumentar sua performance e pode mudar os rumos da empresa se for utilizado corretamente.

Se você ainda não incorporou o Marketing por Dados no seu negócio, é hora de repensar seus investimentos. Afinal, você pode estar perdendo clientes e 

gastando mais do que deveria sem conquistar um bom retorno. Lembre-se dos dados úteis!

Continue navegando pelo blog e saiba mais sobre Marketing Digital e Marketing por Dados. Leia também: Como adicionar o Código de Experimento (Teste A/B) do Analytics no Google Tag Manager.

Um abraço e até a próxima!

Sair da versão mobile