Os 5 principais relatórios do Google Analytics para mensurar

Seja qual for o objetivo do seu negócio, uma boa estratégia de marketing digital certamente pode ajudar a alcançá-lo. Para que você saiba se a sua empresa está perto ou longe desse objetivo, é necessário definir quais métricas servirão como indicadores. E uma das melhores ferramentas para acompanhar esses indicadores certamente é o Google Analytics (GA).

Neste artigo, vamos entender o que são os relatórios do Google Analytics e veremos os cinco principais para você acompanhar na sua empresa. Confira!

O que são os relatórios do Google Analytics?

Os relatórios são a principal funcionalidade do GA. Por meio de gráficos, tabelas e outras formas de visualização de dados, é possível entender como os visitantes estão chegando ao seu site e como estão se comportando dentro dele. O sistema permite ver informações de atividades relacionadas ao público-alvo, aquisição, comportamento e conversão.

Quais são os principais relatórios do Google Analytics?

1. Relatório de palavras-chave

Caminho 1: Aquisição >> Google AdWords >> Palavras-chave

Caminho 2: Aquisição >> Campanhas >> Palavras-chave orgânicas

O relatório de palavras-chave mostra os dados sobre a aquisição de usuários segundo as palavras-chave pagas (caminho 1) ou orgânicas (caminho 2) usadas para chegar ao seu site. É uma oportunidade de saber se seus esforços com links patrocinados e SEO estão trazendo resultados.

Veja se há mais sessões (visitas) para as palavras-chave mais trabalhadas. Entenda como novos usuários encontram a sua marca. Analise quais palavras-chave têm as maiores taxas de conversão. Se os números não forem satisfatórios, talvez seja preciso testar novas palavras-chave na sua estratégia de aquisição de tráfego.

2. Relatório de links externos

Caminho: Aquisição >> Todo o tráfego >> Referências

O relatório de links externos mostra quais sites, campanhas de e-mail ou aplicativos estão apontando para o suas páginas. Saiba a quantidade de tráfego que sua campanha de e-mail marketing, sites parceiros, sites de notícias e outros estão trazendo para seus posts.

Verifique também como está o trabalho em marketing de conteúdo. A produção de conteúdo de qualidade está intimamente ligada à obtenção de links externos.

3. Relatório de análise de coorte (beta)

Caminho: Público-alvo >> Análise de coorte (beta)

Uma coorte é um grupo de usuários agrupados por uma dimensão do Google Analytics. Por enquanto, o único tipo de coorte que este relatório mostra é a data de aquisição.

Podemos personalizar o relatório escolhendo o tamanho da coorte, a métrica e o período. O tamanho da coorte define se a coorte vai representar usuários adquiridos no mesmo dia, semana ou mês. A métrica (retenção de usuário, total de usuários, total de transações, total de receita etc.) é a informação que você quer analisar. O período (últimos 7, 14, 21 ou 30 dias) é o intervalo de tempo para a análise.

Definidas essas opções, é possível ver a tabela do relatório para avaliar quanto tempo depois da primeira visita os usuários retornam ao seu site, seja para fechar uma compra ou apenas para visitar.

4. Relatório de fluxo de usuários

Caminho: Público-alvo >> Fluxo de usuários

Neste relatório, o Google Analytics nos mostra o fluxo de navegação dos usuários pelas suas páginas. Podemos ver quais são as principais páginas de entrada no seu site, de acordo com o número de usuários. Também conseguimos saber quais páginas os usuários costumam visitar em seguida (interações) e quantos usuários deixam o seu site em cada uma das páginas (desistências).

5. Relatório de páginas de destino

Caminho: Comportamento >> Conteúdo do site >> Páginas de destino

Aqui, podemos ver quais páginas do site recebem mais visitas e quais trazem mais conversões para a empresa.

Avalie se as páginas criadas para converter estão com uma taxa de conversão interessante e veja se as páginas com mais visitas estão com a taxa de rejeição baixa. Se a taxa de rejeição estiver alta, quer dizer que os usuários estão deixando seu site antes de continuar navegando nele. Procure incluir links para outras páginas (principalmente as criadas para converter) e garanta que a experiência do usuário será agradável em todas as páginas.

Gostou das nossas dicas? Ficou mais fácil entender os relatórios do Google Analytics? Então compartilhe este artigo nas suas redes sociais e ajude seus amigos a descobrirem o melhor do GA!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *