O que é CRO e como ele pode melhorar os resultados de marketing digital

Um dos trabalhos mais importantes para quem lida com planejamento de estratégias de marketing digital focado em resultados é o CRO. Mas você sabe o que é esse conceito e como ele pode ser aplicado na sua empresa? É sobre isso que vamos falar no post de hoje!

O que é CRO?

CRO é a sigla em inglês para Conversion Rate Optimization (ou Otimização da Taxa de Conversão). CRO são processos e atividades que trabalhamos para aumentar a conversão de um site, landing pages, e-mails marketing, campanhas de mídia online etc.

Trata-se, portanto, de um trabalho que ajuda a otimizar os resultados em várias estratégias relacionadas à conversão. Para obter os melhores resultados em seus métodos de conversão, é fundamental aprender algumas técnicas e adquirir certos conhecimentos sobre CRO.

Técnicas como testes A/B e recursos como Heatmaps, filmagens mostrando o usuário navegando em suas páginas e ferramentas de web analytics são as mais comuns e conhecidas.

4 elementos essenciais para suas páginas

Peguemos um exemplo prático para começar: imagine que você seja o dono de uma empresa que vende colchões. Que problemas os seus clientes enfrentam para precisarem do seu produto? A necessidade de trocar ou adquirir um colchão novo, certo?

Esse problema pode se manifestar por meio de vários sintomas ou necessidades: o cliente dorme mal, não tem energia durante o dia, acorda com dores no corpo, vai mudar de casa ou simplesmente está querendo um colchão melhor. Agora, se olharmos como funciona a jornada de compra, percebemos que o cliente que tem esses sintomas faz pesquisas para entender qual é o seu problema.

Um ponto importante é você determinar para qual etapa da jornada vai desenvolver o trabalho de CRO. Normalmente nós focamos bastante na segunda e terceira etapa (Consideração e Venda) pois nelas estão os consumidores mais preparados para realizar a compra. Vamos focar exatamente nessas 2 etapas, ok?

Vou colocar nesse artigo 4 elementos básicos que utilizamos em 100% das landing pages criadas pela Buscar ID, que têm uma média de 84% de aumento das conversões. Para ver um de nossos maiores cases, clique aqui e conheça um trabalho que realizamos com o Centro Universitário Una do grupo Ânima.

Vamos aos 4 elementos:

  1. Effective headline
  2. Benefícios
  3. Prova social
  4. Call to action

1. Effective headline

Esse elemento mostra basicamente o que você realmente faz e oferece em sua empresa. Vemos em muitos sites e landing pages as empresas usarem o slogan ou uma frase que não dá para saber o que a empresa faz ou como ela pode resolver o problema do consumidor. Pensando friamente, precisamos reter o consumidor assim que ele acessa sua página, e slogan é a última coisa que ele quer saber. O effective headline entra com a finalidade de expor exatamente o que sua empresa faz da forma mais simples possível para seu consumidor. Veja o exemplo abaixo:

headline tapetex

Você bate o olho e uma das primeiras coisas que vê é o “Limpe já seu tapete”.  Imagine que você digitou no Google “limpeza de tapete” e se depara com essa página. Sem dúvidas, você vai pensar “Ok, fui para o lugar certo. Vamos ver o que eles têm a oferecer”. E você reparou que não há o nome da empresa ou qualquer citação sobre ela? Eu tirei propositalmente para mostrar que nessa etapa de Consideração o consumidor não quer saber quem você é, mas o que você pode fazer por ele na solução de sua dor.

Pense que o effective headline nada mais é que o título de sua página, literalmente como título de um livro. Ele precisa ser claro e mostrar o que sua empresa faz.

2. Benefícios

Da mesma forma que precisamos deixar claro o que fazemos é de extrema importância expor todos os benefícios que sua empresa e serviço ou produto proporcionam ao consumidor.

Não estou falando de benefícios que sua empresa tem que oferecer como algo a mais que a contratação do serviço ou compra do produto, mas sim das vantagens que ele terá em ter sua empresa como fornecedora. Para isso, faça uma pesquisa rápida com seus clientes e tenha a informação diretamente da fonte, do porque ele contratou sua empresa. Detecte quais são os principais medos, desconfianças e receios na contratação do serviço ou compra do produto e exponha que você não tem esses problemas.

Continuando no exemplo da empresa de limpeza de tapetes, antes de criar a landing page procuramos saber quais eram os receios dos consumidores dela e porque muitas vezes escolhiam a Tapetex e não o concorrente. Muitos podem pensar que o preço é o principal argumento, certo? Nada disso. Elencamos 5 pontos cruciais na contratação de uma empresa de limpeza de tapetes e um deles (o principal) deixamos na primeira dobra junto com o effective headline e telefone que é “Buscamos e entregamos seu tapete”.

vantagens tapetex CRO

O maior argumento era exatamente esse. Muitas pessoas têm tapetes que não são muito grandes, mas são muito pesados, o que dificulta o transporte até a empresa. Colocamos esse benefício de cara, pois essa era uma das maiores objeções do consumidor. Posicionamos os outros quatro benefícios logo abaixo na segunda dobra da página.

3. Prova social

A prova social nada mais é que seus clientes falando da experiência que tiveram com sua empresa. Esse elemento é valioso para o consumidor, porém muitas empresas têm colocado provas sociais falsas para enganar o futuro cliente. Para ganhar mais credibilidade na prova social, seguem algumas dicas:

  1. Coloque foto da pessoa que deu o depoimento
  2. Coloque nome e sobrenome
  3. Se é uma empresa, coloque não apenas o nome da empresa, mas também o logotipo
  4. Se for possível, crie um case de sucesso, ou seja, pegue um grande cliente ou uma situação super bacana que ocorreu e faça uma história sobre essa situação. Pode ser um vídeo case, um post em blog ou algo do tipo. Sem dúvida será um sucesso!

É importante aqui focar em histórias e não em mostrar quem você é. Tente pegar situações inusitadas que aconteceram e pouco triviais para mostrar como você solucionou o problema daquele cliente.

4. Call to action

Para quem não sabe, call to action são os botões de ação da página. Se você tem um serviço, possivelmente um de seus call to action pode ser “Solicitar orçamento” ou se você vende um produto o CTA pode ser “comprar agora”.

Não estou dizendo para encher sua página de CTAs, mas sim distribuí-los estrategicamente durante todo o site. Não digo para colocar em todas as camadas de uma página, mas a cada informação importante como benefícios ou provas sociais, deixe um call to action bem a vista do consumidor, pois nesse momento pode ser que ele se convenceu que sua empresa pode ser uma boa fornecedora.

Voltando um pouco no exemplo do colchão, observe que nós mencionamos cinco sintomas ou necessidades diferentes para o mesmo problema (trocar de colchão). Cada sintoma pode falar de um consumidor diferente e, sabendo que ele irá pesquisar para identificar o problema, sua estratégia de marketing pode produzir conteúdo específico para cada um deles. Se você aplicar esses 4 elementos pegando partes de cada dor, você sem dúvida irá atender boa parte do público que pode comprar o colchão de sua empresa.

 

Este artigo foi apenas uma prévia para mostrar a capacidade que a jornada do cliente possui para ajudar a otimizar seu site ou landing page ou e-mail com CRO. Como esse é um assunto bastante amplo, para obter os resultados esperados é importante que esse processo de otimização seja executado de forma contínua.

E aí, gostou de aprender um pouco mais sobre CRO? Agora que você já sabe como colocar esse conhecimento em prática, que tal ajudar seus colegas empreendedores a otimizarem suas conversões? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais e mostre que você está por dentro de todas as tendências do marketing digital!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *