E-mail retargeting: entenda o que é e como utilizar essa técnica

O correio eletrônico, mesmo após tantos anos, continua sendo um canal muito efetivo para marketing. E uma das técnicas envolvendo esse canal que vem sendo amplamente adotada pelas empresas é o e-mail retargeting.

Quer saber o que é isso e como os mais variados negócios online podem se beneficiar dessa estratégia? Veio ao lugar certo!

O que é e-mail retargeting?

Simples e objetivo, o e-mail retargeting é uma técnica que visa aumentar a conversão “lembrando” o seu cliente, por meio de anúncios, sobre o produto visto na mensagem ou site da sua empresa.

Por exemplo: uma empresa vende notebooks e manda um e-mail com uma promoção do modelo X. O cliente se interessa e abre a mensagem. A partir de então, os anúncios desse produto passam a aparecer para ele enquanto ele navega em outros sites.

O legal é que isso também pode ser usado no caso dos carrinhos abandonados no e-commerce. Uma empresa pode enviar e-mails depois de algumas horas para lembrar que os produtos selecionados continuam disponíveis para compra (e, quem sabe, oferecer um desconto por tempo limitado para ele fechar negócio).

Como funciona essa técnica?

Além de ser uma técnica definitivamente simples, o e-mail retargeting também é bastante fácil de ser usado.

Uma pequena linha de código é inserida no e-mail ou site que você deseja monitorar. O seu cliente ou prospect recebe a mensagem ou navega no site, se interessa pelo conteúdo. Então, é inserido um cookie no navegador dessa pessoa, que verá o anúncio para o produto que ele pesquisou ou acessou nos sites em que o retargeting de anúncios esteja disponível.

O interessante dessa técnica é que ela ajuda a fazer com que as campanhas de e-mail tenham potencial de conversão aumentado de forma significativa, além de diminuir as taxas de carrinhos abandonados. E isso focando no próprio interesse demonstrado pelo receptor da mensagem ou da pessoa que navegou no site.

Ou seja: o público vai até o produto e a empresa precisa apenas lembrá-lo de seus interesses de compra.

Quais são os benefícios do e-mail retargeting?

Nós já mencionamos acima alguns dos principais benefícios dessa técnica. Mas também selecionamos outras vantagens para você conhecer:

Utilizar com o CRM

Empresas geralmente têm seus clientes fieis, os eventuais e aqueles que pararam de fechar negócios. Para trazer clientes antigos de volta, é possível mandar campanhas direcionadas a eles e usar o retargeting para fazer com que eles voltem a comprar.

Potencializar o poder do seu CTA

Há quem prefira não inserir códigos no e-mail para não cair em filtros de SPAM ou phishing de servidores. Também é possível criar Calls to Action (CTAs) no final da mensagem, com links que vão direcionar para as páginas de instalação do cookie.

Ajudar a segmentar suas listas

Uma empresa com novas inscrições em sua página precisa conseguir mais informações para segmentar suas listas. O e-mail retargeting também pode ajudar nesses casos. Se uma empresa vende smartphones e tablets, por exemplo, ela pode colocar esses dois links no e-mail. Na opção em que o cliente clicar, é acionada a campanha.

Agora que você já aprendeu o que é e como funciona a técnica do e-mail retargeting, não deixe de usá-la nas suas próximas campanhas. Rápida, prática e efetiva, ela tem tudo para aumentar as conversões do negócio!

Gostou do nosso artigo? Ficou com alguma dúvida? Não deixe de comentar e dar a sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *