3 dicas para criar estratégias de SEO para clientes antigos

O profissional de SEO vivencia diversos desafios durante sua jornada de contrato com o cliente. Hoje vamos trabalhar um desses desafios em específico. Quer saber qual é? Então vamos lá!

Imagine que você trabalha há cerca de 1 ano com determinado cliente e já alcançou uma certa estabilidade com o trabalho de SEO. Mas você sabe que o processo de melhorias deve ser contínuo, não pode parar. E agora? O que fazer para continuar inovando no trabalho e continuar trazendo resultados exponenciais?

Calma, amigas(os) nem tudo esta perdido! Separamos pequenas estratégias de SEO que podem impactar positivamente nos resultados do seu cliente e fazer com que o seu trabalho continue evoluindo.

SEO por performance

Os representantes do Google – o maior buscador da internet – estão sempre ressaltando a importância de oferecer uma agradável experiência para o usuário. Para se ter uma ideia, renomados profissionais do mercado já são capazes de afirmar que a experiência do usuário deve ser o ponto central da nova forma de planejar e aplicar técnicas de SEO.

Agora pense comigo: ninguém quer navegar em um site lento, não é mesmo? Ou seja, velocidade de um site é um fator de suma importância para melhorar a experiência do usuário. Tanto é verdade que o Google já tornou oficial: o tempo de carregamento é um fator de rankeamento.

Chegamos, então, no primeiro ponto estratégico que você pode reavaliar no site do seu cliente.

Testando a Performance do seu Site com GTmetrix

A GTmetrix, ferramenta que analisa gratuitamente o desempenho (velocidade) do seu site baseando-se no PageSpeed e no YSlow, deverá ser o seu aliado nesse processo. Para fazer o diagnóstico é bem simples, basta acessar a GTmetrix e colocar a URL do seu site no campo em branco. Em seguida, clique em analyze, como no exemplo abaixo:

gtmetrix

Após a análise ser realizada você verá uma tela com o resultado detalhado do desempenho do site:

resultado teste performance

A ferramenta apresenta uma nota geral de A a F e uma nota para cada item que esta interferindo no tempo de carregamento do site.

Uma das funções mais interessantes do GTmetrix é que ele tem um breve conteúdo que explica cada item de recomendação. Aproveite para analisar profundamente cada um desses itens  (se possível com o desenvolvedor do seu lado) para que vocês vejam a importância e o impacto que cada mudança pode trazer ao site.

Search Console

O Search Console ou antigo Google Webmaster Tools, é uma das principais ferramentas utilizada pelos profissionais de SEO. Isso porque, além de ser gratuita, a ferramenta une diversas funcionalidades importantes, ela monitora os resultados de suas propriedades, te alerta sobre possíveis invasões, notifica quando há algo de errado em suas páginas e pode até dar insights muito valiosos.

A minha segunda dica então é usar o Search Console para identificar novas oportunidades no mercado do seu cliente, veja como:

Aumente o CTR (Taxa de Clique) das suas páginas

Depois de revisarmos a performance do site e implementar possíveis melhorias, vamos agora, trabalhar para aumentar o tráfego do site. Utilizando o Search Console vamos identificar palavras-chave que possuem boa visibilidade, mas uma baixa taxa de cliques. Dessa forma, você será capaz de pensar novas ações para aumentar o CTR dessas páginas. Veja como:

  1. Acesse sua propriedade no Search Console. No menu na lateral vá em Tráfego de Pesquisa > Search Analytics.
  2. Selecione o período desejado. Entre 28 a 90 dias pode ser o suficiente.
  3. Selecione todas as métricas de acordo com o exemplo abaixo.analytics-search-console
  4. Em seguida, você terá uma lista de palavras-chave que levam o usuário para o seu site. Nessa lista, você terá a quantidade de cliques, impressões, CTR e posição de cada palavra-chave na busca orgânica.
  5. Ordene sua lista por número de impressões e você será capaz de visualizar de forma simples as páginas/posts que possuem alta visibilidade e que podem ter o seu CTR melhorado.

Observe que no exemplo acima o termo “Consultoria de SEO” possui um alto número de impressões, nenhum clique nos últimos 90 dias e está 39° nos resultados da busca orgânica.

Nessa situação, algumas mudanças podem ser o suficiente para melhorar o posicionamento e consequentemente, o CTR da página. Algumas dicas são:

  1. Certifique-se que a palavra-chave está no title e na meta description de sua página/conteúdo.
  2. Certifique-se de ambas as tags (title e meta description) estão atraentes e relevantes.
  3. Verifique as Heading Tags (H1, H2, H3…) da página. Aproveite para testar palavras-chave semelhantes nos títulos e subtítulos da página.

Invista nas AMP (Accelerated Mobile Pages)

Em 2015 soubemos que as buscas no Google via mobile superam as de desktop. Isso significa que se você não estiver investindo na usabilidade em dispositivos móveis, você está ficando para trás.

O Google está constantemente demonstrando preocupação com a experiência do usuário nesses dispositivos e se ele notar que você também esta preocupado, certamente irá te beneficiar.

Por isso, muitos SEO’S estão adotando a instalação de páginas AMP. A AMP (Accelerated Mobile Pages), ou Páginas Mobile Aceleradas. Trata-se de um projeto criado pelo Google que tem como objetivo deixar as páginas mobile mais leves para tornar a navegação do usuário mais agradável.

arquitetura das páginas

De acordo com Tom Taylor, gerente da Comunidade AMP, “Ainda este ano, todos os tipos de sites que criam páginas AMP terão exposição ampliada em toda a página de resultados da Pesquisa Google Mobile.”

A AMP é um recurso exclusivo (por enquanto) para conteúdos. Na prática, depois de instalado a AMP cria uma nova versão do seu conteúdo, remove todas as funcionalidades que pesam o seu tempo de carregamento, focando assim, apenas no conteúdo. Assim, você expande suas possibilidades de melhorar o seu posicionamento nos resultados de busca mobile e promove uma melhor experiência ao seu usuário.

Para saber mais você pode acessar a documentação oficial.

Testar, Testar e Testar!

No final das contas você precisa estar sempre preparado para testar. Porque no fundo nós sabemos que nunca vamos conseguir melhorar se não estivermos dispostos a sair do mesmo lugar, não é mesmo?

Espero que você tenha gostado dessas dicas! Tem alguma dúvida? Então escreva um comentário nesse post que a gente te responde 🙂

4 Comentários


  1. Esse site é top. Muito conteúdo de qualidade. Espero que sempre continue postando algo de valor..topppp

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *