Saiba como usar dados para otimizar o ROI do seu marketing

O poder do marketing está em unir a estratégia da organização ao mercado observado (e mensurado) por meio do comportamento dos usuários. É impossível falar em marketing e não pensar em dados, métricas, KPIs, mensuração e em otimizar o ROI do marketing.

Como já dizia Dan Zarrela, autor e estudioso das mídias sociais, “marketing sem dados é como dirigir com os olhos fechados”. Assim, nessa estrada repleta de vias secundárias e atalhos, é necessário compreender os dados que vão ao encontro dos objetivos e das metas definidas pela estratégia da organização.

O Marketing Digital possibilita a mensuração e o acompanhamento dos dados obtidos em diversos canais. No entanto, sem a análise e a utilização correta dos dados, não há valor em possuir números aleatórios que não embasam a tomada de decisão. Dessa forma, uma informação valiosa é o retorno sobre o investimento (ROI) mensurado em cada ação realizada no Marketing Digital.

Sem achismos e percepções, vamos imergir neste contexto para otimizar o ROI de suas campanhas ao focar na análise dos dados. Vamos começar?

1. Comece pelas ferramentas: como encontrar os dados?

Seu departamento de marketing está investindo em links patrocinados para ampliar as vendas em seu e-commerce, por exemplo. Mas, como saber qual dos canais possui maior taxa de conversão e apresenta o melhor desempenho na relação entre investimento e retorno?

Com as ferramentas certas de mensuração, é possível acompanhar o comportamento dos usuários tendo em vista os resultados esperados. Com as configurações de comércio eletrônico no Google Analytics, por exemplo, é possível acompanhar o retorno das transações realizadas em comparação a cada canal de venda.

No exemplo acima, você poderia identificar que, a partir de seu investimento de R$1.000,00 no Google AdWords, houve retorno de R$2.000,00 com 5 transações realizadas. Aplicando a fórmula de ROI, temos ROI de 100%.

ROI = (retorno-investimento)/ investimento

Os dados, porém, não devem ser analisados de forma isolada. Caso o seu ROI esteja negativo, há diversas correlações a serem observadas para entender como melhorar o desempenho de suas campanhas.

O primeiro passo, assim, é identificar os objetivos de negócio e configurar as ferramentas para monitorar esses dados. Não esqueça de testar as configurações para não perder dados importantes após a campanha já estar no ar: a tentativa de corrigir dados no decorrer da campanha acaba por influenciar na tomada de decisão em tempo real.

2. Observe como os dados se correlacionam

Após a configuração das ferramentas e a inserção dos códigos de acompanhamento em seus canais digitais, é importantíssimo aprender o que medir, quando medir e como acompanhar os dados. Entenda, sem achismos ou induções, quais são as informações que você precisa analisar para tomar decisões que influenciam no seu ROI.

Como exemplo, vamos traçar o seguinte cenário: você iniciou uma campanha para downloads de seu aplicativo no Facebook Ads. O resultado não é o esperado e chegou a hora de otimizá-lo.

Nesse caso, é importante analisar o público-alvo da segmentação escolhida, a taxa de cliques (taxa de visualizações do anúncio em relação aos cliques), tempo de visitação na página de destino, taxa de rejeição, dispositivos utilizados, entre outros.

Observando os dados certos, você poderá perceber, por exemplo, que os dispositivos que estão acessando o seu site não possuem as configurações necessárias para realizar o download. Um ótimo insight partiu dessa análise.

Além dessas dicas, é importante se manter afastado das métricas que distraem sua equipe da meta de negócios. As métricas conhecidas como “métricas de vaidade”, como fãs do Facebook e número de curtidas ou compartilhamentos, podem impressionar as pessoas, mas muitas vezes não possuem impacto sobre a receita e os resultados reais ao seu negócio.

3. Defina um processo de análise

A análise dos dados deve ser constante: campanhas de marketing são mais eficazes quando medidas com precisão, de forma contínua. Com o acesso em tempo real aos dados de comportamento dos usuários, os anunciantes podem ajustar as campanhas imediatamente, de acordo com os objetivos e as preferências do público.

A partir dessa análise, você também pode obter insights importantes que vão ajudá-lo a antecipar tendências e padrões.

Para estar à frente do mercado, os profissionais de marketing precisam parar de ver os dados como um desafio assustador, mas como uma sequência de informações com potencial de transformar os resultados do negócio.

Alinhados aos objetivos específicos, mensuráveis, alcançáveis, relevantes e com o timing correto (SMART), os dados possibilitam esclarecer pontos de melhoria proporcionando analisar otimizações para avanços constantes.

Análises diárias, semanais, mensais e trimestrais oferecem um ótimo embasamento para pequenas e grandes mudanças, de acordo com a proporção de impacto de cada ação. A análise de dados demanda rotina e atenção a todas as instabilidades. Você apenas poderá agir se conseguir observar os pontos a serem melhorados.

4. Transforme os dados em informação e comece a otimizar o ROI do marketing

Quando os dados são analisados e interpretados, os denominamos como informações. As informações, nesse sentido, configuram-se na etapa que qualifica e agrupa os dados, analisando o cenário e as correlações entre eles.

O marketing por dados direciona essa análise para os reais dados (sem achismos) que influenciam na tomada de decisão, aprimorando a interpretação e a otimização da análise dos resultados.

Para otimizar suas campanhas, nossa última dica é focar nos dados que realmente estão impactando em seu desempenho. Observe as relações, identifique os motivos, quantifique os dados e interprete-os lembrando de seus objetivos de negócio.

Dados individuais nos proporcionam acompanhamento. Informações nos possibilitam entender o contexto e, claramente, observar os motivos do desempenho de cada investimento. Os dados possuem relações, causas e consequências e essa análise profunda permite compreender o relacionamento entre as métricas.

Taxa de rejeição, taxa de cliques, taxa de conversão, visitas, vendas, leads, canais: quando analisados em conjunto visando entender as melhorias para os resultados do negócio, permitem tomar decisões inteligentes para otimizar o ROI do marketing.

Por meio das ferramentas e dos recursos corretos, os dados podem efetivamente oferecer insights às estratégias de negócios, atraindo os consumidores e impulsionando o crescimento geral da organização. Não se perca entre os dados e observe com clareza quais resultados sua empresa deseja alcançar: otimização demanda observação.

Já tem tudo pronto para colocar nossas dicas em prática? Quer receber mais conteúdos como esse diretamente no seu e-mail? Então não deixe de assinar a nossa newsletter: é gratuito!

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *